Domingo, 31 de Maio de 2009

já te sei de cor...

 

 


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 00:52
Sábado, 30 de Maio de 2009

 

 

Assim se passaram 5 meses!



publicado por egasmoniz às 11:54
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Na falta de melhor, podes ouvir sempre esta!

 



publicado por egasmoniz às 23:47
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

 O que é o amor?

Definição de amor ..
O que eu não entendo .. eu não percebo
Yeh, escuta!

Eu não consigo perceber, chama-se amor.
Dizem que o sentimento mas vejo provocador
Comparam com felicidade, outros como uma alhada
Eu nunca ouvi falar de amor sem uma lágrima derramada
Uns desejam, planeiam ser romeu e julieta
No entanto nesta história esquecem uma faceta
Tragédia no final. o amor tem um problema
Não são apenas palavras bonitas num poema
Sentimento complexo. difícil perceber
Causador de sofrimento com a razão pra viver
Não entendo. haverá definição?
Se existe quero saber pra completar a canção

Eu não consigo perceber o que é o amor! (o que é o
Amor?)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah, yah)
Ora nos deixa bem, ora nos deixa mal
Mas o que é o amor afinal? (o que é o amor)

Eu não consigo perceber o que é o amor! (eu não
Consigo)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah, yah)
Ora nos deixa bem, ora nos deixa mal
Mas o que é o amor afinal?

Quis tentar perceber, pesquisei o que é o amor
Num poema percebi, é sinônimo de dor
Noutro percebi, é gostar muito de alguém
E ao pesquisar percebi a ambigüidade que tem
Segundo platão perigosa doença mental
Tantos significados, o que é o amor afinal?
Causador de insônias, causador de tristezas
Cura de todos os males mas também pior doença
(...)
Capaz de deixar qualquer um vagabundo
Com tantas definições, tanta confusão
Vou tentar percebê-las para concluir a canção

Eu não consigo perceber o que é o amor! (o que é o
Amor?)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah, yah)
Ora nos deixa bem, ora nos deixa mal
Mas o que é o amor afinal? (o que é o amor)

Eu não consigo perceber o que é o amor! (eu não
Entendo)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah, yah)
(alguém entende?) ora nos deixa bem, ora nos deixa mal

Mas o que é o amor afinal?

Sentimento característico humanos
Palavra mitológica antiga de romanos
Amor é como guerra, fácil de começar
Mas também acredita, difícil de terminar.
Deixem que é eterno, haverá como provar?
Este não se entende, não há como explicar
Sentimento inexplicável mas existente
Difícil perceber, haverá quem entende?

Eu não consigo perceber o que é o amor! (eu não
Consigo)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah)
Ora nos deixa bem, ora nos deixa mal (o que é o
Amor?)
Mas o que é o amor afinal? (alguém entende??

Eu não consigo perceber o que é o amor! (eu não
Consigo entendo)
Ora provoca felicidade, ora dor (yah)
Ora nos deixa bem, ora nos deixa mal (ok)
Mas o que é o amor afinal?

Não há definição!

 

_______________________________________________

 

Nada na vida é simples,  nada na vida é inócuo, nada na vida é vivido sem sofrimento! (o importante é dar a volta!)

 

Amo-te Lilium!



publicado por egasmoniz às 11:40
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

 

Tu pertences-me e eu pertenço-te!



publicado por egasmoniz às 11:13
Domingo, 10 de Maio de 2009

 



publicado por egasmoniz às 08:32
Sábado, 09 de Maio de 2009

 



publicado por egasmoniz às 21:28
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

 Lenda de amor

Conta  uma lenda  que,  no princípio do mundo,  quando Deus  decidiu 
criar a mulher,  descobriu que  havia esgotado  todos  os materiais  sólidos  no 
homem. 
            Diante dessa dificuldade  e  depois de  profunda meditação,  fez o se- 
guinte: tomou a redondeza da Lua,  as curvas suaves das ondas,  a  terna ade- 
rência de uma planta trepadeira,  o trêmulo movimento das folhas, a magreza 
da palmeira,  a cor delicada das flores, o olhar amoroso da corça, a alegria do 
raio de sol e as gotas de pranto das nuvens,  a inconstância do vento e a fide- 
lidade do cão, a modéstia do lírio e a vaidade do pavão, a suavidade da pluma 
do cisne e a dureza do diamante,  a doçura da pomba  e a crueldade do tigre, 
o ardor do fogo e a frieza da neve.  Com essa mistura de ingredientes tão de- 
siguais, criou a mulher e deu-a ao homem. 
            Depois de uma semana, o homem veio e Lhe disse: 
            - "Senhor,  a criatura que me destes me faz infeliz: quer toda a minha 
atenção, nunca me deixa sozinho, fala sem parar, chora sem motivo, diverte- 
se fazendo-me sofrer  e  estou vindo  devolvê-la  porque não posso viver com 
ela !" 
            - "Está bem", respondeu Deus, e tomou a mulher de volta. 
            Passou outra semana, o homem voltou e Lhe disse: 
            - "Senhor,  estou muito solitário  desde que devolvi  a criatura  que fi- 
zestes para mim. Ela cantava e brincava ao meu lado,  olhava-me com ternura 
e seu olhar era uma carícia,  ria e seu riso era música, era formosa e suave ao 
tato. Devolva-me, porque não posso viver sem ela !" 
            - "Está bem", disse o Criador. E a devolveu. 
            Mas,  três dias depois,  o homem voltou e disse: -"Senhor,  eu não sei. 
Eu não consigo explicar,  mas depois de toda esta minha experiência com esta 
criatura,  cheguei à conclusão que ela  me causa mais problemas  do que  pra- 
zer. Peço-lhe, tomá-la de novo ! Não consigo viver com ela !" 
            O Criador respondeu: 
            - "Mas também não pode viver sem ela." 
            E virou as costas para o homem e continuou o seu trabalho. 
            O homem desesperado disse: 
            - "Como é que eu vou fazer ?  Não consigo viver com ela e não consigo 
viver sem ela." 
            - "Achei que,  com as tentativas,  você já tivesse descoberto,  respon- 
deu então Deus. 

            Amor é um sentimento a ser aprendido: é tensão e satisfação. É dese- 
jo e hostilidade. É alegria e dor. Um não existe sem o outro. A felicidade é a- 
é apenas uma parte  integrante do amor.  Isto é o que deve  ser aprendido.  O 
sofrimento também  pertence  ao amor.  Este é o grande mistério do amor.  A 
sua própria beleza  e  o seu  próprio  fardo.  Em todo o esforço que se realiza 
para o aprendizado do amor é preciso considerar sempre a doação e o sacrifí- 
cio ao lado da satisfação e da alegria.  A pessoa terá sempre que abdicar algu- 
ma coisa para possuir  ou  ganhar uma outra coisa.  Terá que desembolsar algo 
para obter  um bem maior  e  melhor para sua felicidade.

 


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 09:43
Domingo, 03 de Maio de 2009

 

 



publicado por egasmoniz às 14:46
Sábado, 02 de Maio de 2009

 

 Tu és o meu luar!


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 11:36
Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

 

Diz-me Que Sim

Fala, diz-me, o que estás a pensar
Oiço, sinto, o que estás sentir
Abre, abre a mão aos teus medos, dá
Deixa-me estar onde estás...

Diz-me que sim, estou aqui
Nada nos vai separar, nem dividir
Quero estar, junto a ti
Estou aqui...

Diz-me que sim...(2x)

Quero, ser, o teu barco no cais
Talvez, te possa levar para mim...
E libertar-te neste mar de amor...
Deixa-me cobrir-te de sol...

Diz-me que sim, estou aqui
Nada nos vai separar, nem dividir
Quero estar, junto a ti
Estou aqui...

Quando, sentires que te vais perder
sabes, que não te vou deixar cair
Vou estar aqui, até ao fim...

Diz-me que sim...(2x)

Diz-me que sim, estou aqui
Nada nos vai separar, nem dividir
Quero estar, junto a ti
Estou aqui...

Diz-me que sim (4x)

 ________________________________________________________

 

Espero que estes 4 meses juntos te tenham deixado feliz!

 



publicado por egasmoniz às 00:33
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

4 meses são muito ou pouco tempo?

 

 

Eu respondo que é muito relativo...

 

Por exemplo

4 meses de tortura são uma infinidade...

4 meses de escolaridade é muito pouco

4 meses dentro de uma mina são uma tortura

4 meses de férias pagas eram uma maravilha

4 meses de guerra são uma desgraça

4 meses num campo de concentração revelam sorte...

 

4 meses de namoro? Depende de quem namora, com que pensamento namora, com que objectivos, etc ( não me venham com histórias, ninguém é igual a ninguém, e cada um desfruta este estado com diferentes responsabilidades!)

 

Amor, não te preocupes, o que importa é o que sintimos e não o que pensam de nós!


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 14:09
Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

 

 

 

Eu sinto-o (o amor), mas não consigo descreve-lo por palavras.

 

Apenas te garanto que é uma sensaçao maravilhosa amar e ser amado!


música: Foreigner- I wanna now what the Love is

publicado por egasmoniz às 15:04
Domingo, 26 de Abril de 2009

 

 


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 14:51

 

 

Esta é a musica do melhor filme do ano, é o relato de uma história de amor que apesar de muitas peripécias, nada consegue vence-lo, nada vence o destino. E o destino é o AMOR!


tags: ,

publicado por egasmoniz às 09:04
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

O por do sol hoje está lindo...

Vamos dar uma volta?


tags: ,

publicado por egasmoniz às 19:40
Quinta-feira, 23 de Abril de 2009


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 22:45
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

 

Não temos de ter medo de mostrar aos outros o que sentimos, cada um é como cada qual, e nós somos assim, FELIZES!

 

AMO_TE !


tags: ,

publicado por egasmoniz às 08:40
Sábado, 18 de Abril de 2009

Como jurei,
Com verdade o amor que senti
Quantas noites em claro passei
A escrever para ti
Cartas banais
Que eram toda a razão do meu ser
Cartas grandes, extensas, iguais
Ao meu grande sofrer

Cartas de amor
Quem as não tem
Cartas de amor
Pedaços de dor
Sentidas de alguém
Cartas de amor, andorinhas
Que num vai e vem, levam bem
Saudades minhas
Cartas de amor, quem as não tem

Porém de ti
Nem sequer uma carta de amor
Uma carta vulgar recebi
Pra acalmar minha dor
Mas mesmo assim
Eu para ti não deixei de escrever
Pois bem sabes que tu para mim
És todo o meu viver

Cartas de amor
Quem as não tem
Cartas de amor
Pedaços de dor
Sentidas de alguém
Cartas de amor, andorinhas
Que num vai e vem, levam bem
Saudades minhas
Cartas de amor, quem as não tem.

 

 

(Lilium, desafio-te a escrever-me uma carta de amor...)


música: cartas de amor-tony de matos

publicado por egasmoniz às 09:32
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009


tags:

publicado por egasmoniz às 12:30
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009


tags: , ,

publicado por egasmoniz às 09:25
Terça-feira, 07 de Abril de 2009

 

 

 

 

a tua dor é a minha dor!


tags: ,

publicado por egasmoniz às 23:09
Domingo, 22 de Março de 2009

Escrevi o teu nome na linha férrea para que o pudesses ler
Mas tu passaste a 100h e sem tempo para o ver
Fiz outra tentativa e escrevi no alcatrão
Mas nessa tosca avenida não passou teu avião

Tens um nome delicado
Não se pode escrever
É preciso entrar em ti,

Para te poder conhecer
Não é nome que se diga
Não é nome de mulher
É da cor do teu vestido
É do teu... jeito de ser

Em poucos dias toda a cidade estava pintada de rosa
E por todos os lugares lia-se o teu nome em prosa
Mas de ti nem um sinal nem sequer uma notícia
A tua ausência prolongada era já caso de polícia

Tens um nome delicado
Não se pode escrever
É preciso entrar em ti, para te poder conhecer
Não é nome que se diga
Não é nome de mulher
É da cor do teu vestido
É do teu... jeito de ser

Tentei só mais uma vez escrever-te na terra molhada
E da noite para o dia eras uma semente germinada

 

 

 

Tu não és a minha rosa, mas o meu Lilium...

 

 


música: Rosa (do teu jeito de ser)-Classificados

publicado por egasmoniz às 10:31
Domingo, 15 de Março de 2009


tags: ,

publicado por egasmoniz às 00:01
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

De olhar fixo no pensamento, viajei ao imaginário,

Perdi-me no tempo, nas memórias…

Percorri e atravessei a trilha que conduz as almas

Ouvi sons de passos que não dei…

Despertei com o estalar do fogo, fogo que só tu sabes atear!

O calor que me invadiu o corpo, envolveu-me e unificou-me…

Aumentou em mim uma chama difícil de conter ou dominar

Sinti nascer em mim a sede insaciável

 

A sede que só os teus lábios podiam saciar…

Desejos secretos não acessíveis a todos os olhares

Envolvida por águas revoltas e macias

Reconheço-te a ti e à ternura das tuas emoções

Embalado por esta sensação que me pentrava,


Sinti-me abraçado pelo som libertado por uma pintura com vida

Ouvi os ecos da passagem…

Murmúrios audíveis de um grito inquieto

Passível de inflamar as almas (as nossas!)


De resgatar o amor eterno

E então sinte-te em mim e fundimos nossos corpos e emoções,

 

Formando um turbilhão de energias a que todos chamam de BIG-Bang!

 

Nós somos o inicio e o fim,

 

Somos o alfa e o omega do universo...

 

Nós somos perfeitos um para o outro!


tags: ,

publicado por egasmoniz às 17:46
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Se o azul do céu escurecer
E a alegria na terra estreitecer,
Não importa querida...
Viverei do nosso amor!


Se tu és o sonho dos dias meus,
Se os meus beijos sempre foram teus,
Não importa, querida...
O amargor das dores desta vida!


Um punhado de estrelas
no infinito irei buscar
E a teus pés depositar,
Não importam os amigos,
os risos, as crenças e os castigos,
Quero apenas te adorar!


Se o destino, então, nos separar,
Se distante a morte te encontrar,
Não importa, querida,
Porque eu morrerei também!

Quando, enfim, a vida terminar
E dos sonhos nada mais restar,
Num milagre supremo,
Deus fará no céu te encontrar!
 


tags: ,

publicado por egasmoniz às 17:40
Terça-feira, 10 de Março de 2009


tags:

publicado por egasmoniz às 16:08
Domingo, 08 de Março de 2009



publicado por egasmoniz às 16:00

 



publicado por egasmoniz às 15:57
Sábado, 07 de Março de 2009



publicado por egasmoniz às 14:44
Segunda-feira, 09 de Fevereiro de 2009

Por incrivel que pareça até gosto das tuas birras!

 


tags: ,

publicado por egasmoniz às 16:08
Domingo, 08 de Fevereiro de 2009

 

  
Queria por um momento, poder apagar o passado,
poder estar a teu lado, para dizer que te amo...
Queria apenas por um instante, poder tocar a tua face,
poder ter o teu amor, poder sonhar um pouco mais.
Queria apenas por um minuto,
poder ser um daqueles silêncios,
que quando se espera, surpreende de forma irreverente.
Queria apenas por um segundo,
poder ser parte do teu pensamento,
poder ser cada instante, uma lembrança constante,
que não se apaga mais.
Enfim, queria apenas  ter um momento do teu amor,
um minuto do teu silêncio,
e... todos os segundos do teu pensamento!!!

Queria estar contigo agora e para todo o sempre!

 

Amo-te Lilium!


música: in the arms of the angel- Sarah McLachan

publicado por egasmoniz às 10:17
Sábado, 07 de Fevereiro de 2009

 
O amor transcende-se, vai além de paredes, de longitude ou de latitude,
desconhece fronteiras, fixa-se sem pedir licenças e não possui fita métrica.
 
É capaz de romper barreiras, de alçar-se em vôos além do imaginário e de andar em terra firme por caminhos a fio.
 
Quem ama faz o impossível, para tornar qualquer distancia, qual deserto árido num terreno fértil onde abunda o carinho, onde floresce a saudade e onde se desenvolve a paixão!
 
Quem ama não conhece limites, pois sabe que apesar do longo percurso o rio sempre encontra o mar (assim como nós) , e por isso, por ter esse conhecimento, aproveita a longa viagem pra planejar como vai deliciar cada segundo, pois cada segundo representa um momento inesquecivel passado a teu lado.
 
Amar, e ser amado é a plenitude da vida, a magnitude da existência, sendo assim, não há porque temer o amor à distância. Pois nunca os nossos corações nunca estarão longe o suficiente para não sentirem a presença um do outro, não há distancia que destrua um amor verdadeiro!
 
 
 
 
 
Apesar da distância,
mesmo não vendo os teus olhos,
eu sentir-te-ei
Basta por um momento apenas
ficar em silêncio,
e escutar-te-ei !
Amarte-ei sempre e para sempre
aconteça o que acontecer!



publicado por egasmoniz às 17:30
Domingo, 25 de Janeiro de 2009


Por mais que procuremos, por mais que nos castiguemos a nós próprios pensando que não somos merecedores desse tipo de Amor, e nos entreguemos a relacionamentos que nada terão para nos dar de positivo. O Amor verdadeiro quando tiver que surgir, ele surgirá(já surgiu). Por vezes onde menos se espera encontra-lo é de onde ele ira aparecer, e muitas dessas vezes quando já havíamos perdido a esperança da felicidade plena, quando já havíamos desistido de lutar, ali surge ele, iluminando o nosso coração e fazendo-nos sentir renascer para a vida.
De inicio podemos não acreditar e sentirmo-nos atónitos face a essa possibilidade, depois, à medida que vamos sendo confrontados, começamos a pensar se não estaremos a iludir-nos, se será mesmo verdade. Até que certo dia, ao olharmos para aquele ser humano, sentimos a certeza brotar de dentro de nosso coração. A partir do momento em que a certeza se instala, não mais poderemos negar essa realidade, que nos foi colocada no caminho. Não quando o queríamos ou mais desejávamos, não quando mais sentíamos necessitar, mas, sim quando tinha que ser.
Duas Almas-Gémeas poderão estar separadas por uma longa distância, sem nunca se terem encontrado, mas seus corações sentir-se-ão mutuamente, uma vez que é exercido sobre ambos um efeito íman, que se fará vibrar e sentir actuando para que se reencontrem no momento oportuno. Seus corações sentirão um vazio, mesmo que no momento possam estar a viver algum tipo de relacionamento efectivo. Esse vazio é pressentido acompanhado da sensação da ausência física do outro. É um apelo muito intenso que se faz ressoar tão fortemente quanto intensamente. Sentimos que nos falta algo, sem que consigamos determinar propriamente o quê.
Quando ambos estão prontos a viver um relacionamento completo, e ao mesmo nível de consciência viverão uma experiência da qual poucos serão os que poderão congratular-se(como a que estamos a viver). Tendo a seu cargo a grande responsabilidade de elevar a vibração energética do Amor na terra, o que acontece de cada vez que duas Almas-Gémeas se unem no plano terrestre, evidenciado todo o seu Amor uma pela outra.
O Amor de Alma-Gémea sustem-se num sentimento de amizade muito vinculado. É um amor que não cobra, não aprisiona e nem vive sobre condicionamentos de espécie alguma. Difícil será tentar imaginar como será uma troca de carinho… um toque físico… mesmo o mais ligeiro toque de pele poderá fazer despontar uma avalanche de sentimentos e emoções de uma forma nunca antes sentida.

As Almas-Gémeas complementam-se em todos os aspectos, despertando todos os sentidos, todas as emoções, todos os sentimentos e todas as sensações e prazeres nunca sonhados, numa união completa de corpo, mente e espírito ( Sol / Lua), um não subsiste sem o outro .


O amor subsiste em outros planos e em outras vidas.
É eterno!

 

 

 

 

 



publicado por egasmoniz às 22:37
(Adaptado - National Geographic Fevereiro)
Afinal o amor não se explica só por com sendo um sentimento de difícil definição. O amor caracteriza-se por um conjunto de reacções químicas, aparentemente mais fáceis de explicar. Para começar há que ver a sua localização: o amor activa as áreas cerebrais associadas à recompensa e ao prazer, ou seja, a área tegmental ventral e o núcleo caudado.
O estado de paixão está ligado ao aumento de produção de Dopamina, um neurotransmissor, que se pode denominar de poção endógena do amor. O mais curioso é que a paixão tem um comportamento bioquímico em muito semelhante às DOC, doenças obsessivas compulsivas e que resultam de um desequilíbrio nos níveis de serotonina, um outro neurotransmissor.
Este é o comportamento químico do nosso corpo, mas o que nos faz atrair por alguém? São várias a teorias.
Uma é que o amor romântico tem as suas bases em momentos íntimos vividos na primeira infância, ou seja, amamos quem amamos não tanto pelo futuro que esperamos construir, mas pelo passado que pretendemos recuperar.
Outra afirma que se procura no outro o genótipo mais diferente do seu, ou seja, busca-se uma complementaridade biológica. Se o objectivo é a reprodução, a complementaridade biológica permite a formação de seres mais fortes, pois na definição genética do individuo vingam os genes mais fortes.
Fica a constatação: Escolhemos os parceiros, mas raramente se tem consciência das reacções biológicas inatas subjacentes a essa escolha.
Aponta-se para o término de relações ao fim de quatro anos, pois este é o tempo necessário a criar um filho na primeira fase de infância. A paixão afinal é bastante prática. O ser humano na sua primeira infância é completamente dependente dos seus progenitores, então a paixão tem como objectivo mantê-los unidos durante este período, após o qual a criança tem maior nível de independência.
Mas há outros motivos para a paixão se esvair. A paixão tem sempre um prazo de validade porque uma exposição demasiado longa aos seus efeitos pode provocar danos irremediáveis no cérebro. O excesso de dopamina no cérebro tem o mesmo efeito de uma droga.
Mas há maneiras de ajudar a produção de dopamina de modo a manter o “fogo” acesso. A novidade induz a libertação de dopamina, por isso fazer coisas novas juntos ajuda a manter este espírito.
Em quase contraponto à dopamina existe a Oxitocina, hormona que provoca a sensação de ligação, de apego. E que está frequentemente registada em maior nível em indivíduos com relações de longa duração bem sucedidas. mas também a produção desta pode ser ajudada: massajar e fazer amor desencadeiam a produção de oxitocina.
Estudos recentes em ratos do campo, uma das espécies, que se encontra nos 3% de espécies de mamiferos monogamicas, demonstrarm ainda a existencia de uma molecula, a vasopressina, como responsável pela fidelidade e monogamia, esta molecula é produzida durante o acto sexual, e induz a formação de lembranças agradáveis com o parceiro, inibindo a procura de outro, induz também um clima de segurança e cama que ajuda no prolongar da relação. 
E já agora, sabia que: uma pessoa que corra sem sair do sítio antes de se encontrar com alguém, terá mais probabilidade de achar essa pessoa interessante. Assim, primeiros encontros que envolvam actividades de stress têm mais chance de conduzir a um novo encontro. (o primeiro dia de praxe é stressante?)
 
 


publicado por egasmoniz às 07:56
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009

Menina da capa negra
Sou um pobre cantador
Passo os dias a pensar
Esperando teu amor

Ó lua que vais tão alta
Ilumina a noite escura
Vem-me dar o teu amparo
Que eu vivo nesta amargura

Ref:
Como é duro o amor
O amor do estudante
Seu sonho é ser doutor
Seu sonho é ser amante - bis

Menina da capa negra
O teu olhar me encanta
És a musa do meu canto
A voz da minha garganta

Passo os dias a pensarr
A cantar esta canção
Poder um dia abraçar
Conquistar teu coração

Refrão - bis

Menina da capa negra
Vem-me dar essa alegria
Eu quero ter-te para sempre
Para o resto da vida

Moras dentro do meu peito
És a minha faculdade
Os dois temos o direito
De encontrar felicidade

Refrão - bis

 

 

(encontrei esta letra de uma tuna da guarda. achei curiosa pois fala de uma amor entre uma "doutora" de capa negra e alguém que anseia se-lo também... se invertermos os papeis temos uma coincidencia connosco)


tags:

publicado por egasmoniz às 21:03
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

 

amorzinho vai deixando a tua marca neste espaço como deixaste ontem em mim...

 

Amo-te muito!


música: mare e tu -dolce pontes e andrea bocelli

publicado por egasmoniz às 18:30
Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2009

"Pois bem, se me permitem, vou arregaçar as mangas. O que é difícil — dizem — é saber quando gostam de nós e quando afirmam isto, bebo logo dois “dry” Martinis para a tosse. Saber quando gostam de nós? Mas com mil raios, isso é o mais fácil, porque quando se gosta de alguém não há desculpas nem “Ai que amanhã não dá porque tenho muito trabalho”, nem “Ai que hoje era bom mas tenho outra coisa combinada” nem “Ai que não vi a tua chamada não atendida”. Quando se gosta de alguém — mas a sério, que é disto que falamos — não há nada mais importante do que essa outra pessoa. E sendo assim, não há SMS que não se receba porque possivelmente não vimos, porque se calhar estava a passar num sítio sem rede, porque a minha amiga não me deu o recado, porque não percebi que querias estar comigo, porque não recebi as flores que pensava não serem para mim, porque não estava em casa quando tocaste.

Quando se gosta de alguém temos sempre rede, nunca falha a bateria, nunca nada nos impede de nos vermos e nem de nos encontrarmos no meio de uma multidão de gente. Quando se gosta de alguém não respondemos a uma mensagem só no final do dia, não temos acidentes de carro, nem nunca os nossos pais se sentiram mal a ponto de impossibilitar o nosso encontro. Quando se gosta de alguém, ouvimos sempre o telefone, a campainha da porta, lemos sempre a mensagem que nos deixaram no vidro embaciado do carro desse Inverno rigoroso. Quando se gosta de alguém — e estou a escrever para os que gostam — vamos para o local do acidente com a carta amigável, vamos ter com ela ao corredor do hospital ver como estão os pais, chamamos os bombeiros para abrirem a porta, mas nada, nada nos impede de estar juntos, porque nada nem ninguém é mais importante do que nós.

 

Fernando Alvim, Jornal Metro (13.10.07) "

 

 

A nossa situação tem-me feito pensar bastante, ontem tinha lido isto, depois tu disseste-me aquilo que já te referi,e fiquei a martelar nisto. Qual é a tua opinião?

Será que se pode amar não esquecendo as outras responsabilidades...?



publicado por egasmoniz às 13:32
Sexta-feira, 09 de Janeiro de 2009

Pensei muito antes de publicar estas palavras, mas decidi faze-lo mesmo não tendo conhecimentos de causa, mesmo sabendo que na vida há muitos factores que nos condicionam, mesmo sabendo que nem tudo é tão fácil como parece ou como se quer.

 

Dedico este post a todos os apiaxonados que por algum motio estão impossibilitados de viver as suas paixões.

 

Lembrem-se que até mesmo caminhos paralelos se podem cruzar na vida sobrepondo-se na perfeição. Acreditem que o amor consegue fornecer a força necessária para vencer os obstáculos.

 

Eu acredito que no mundo há muitas "lilium" à espera do amor e carinhos do seus jardineiros, e há muito jardineiro ansioso para cuidar da sua "lilium". Tentem ser felizes! 



publicado por egasmoniz às 11:14
Quinta-feira, 08 de Janeiro de 2009

 

Saí por todos os lugares a procura de alguém que preenchesse o vazio dentro de mim.
Conversei com várias pessoas, 
mas nada nunca me fez muito sentido. 
Até que um belo dia, quando estava mais distraído e já sem pensar nisso, 
tu apareceste na minha vida!
Depois de algumas dificuldades em diversos niveis, 
a vida para mim começou a fazer mais sentido!
Tu vieste devagar e foste me ensinando 
a mais bela das artes, tu ensinaste-me a arte de amar.
E quando dei por mim, já estávamos unidos em um só pensamento,  
 um só coração!
Quero compartilhar contigo tantos
 sentimentos e emoções.
 
Agora posso dizer que estou a viver intensamente, o que há de melhor, 
que é o amor que sentimos um pelo outro.
 
Eu amo-te  e  amar-te-ei eternamente!

tags: , ,
sinto-me:
música: come clarity - in flames

publicado por egasmoniz às 17:06
Quarta-feira, 07 de Janeiro de 2009

 

 

Foram tão bons os momentos de hoje... aqueles olhares que não enganam ninguém...

 

Amo-te muito!


tags: ,

publicado por egasmoniz às 23:34
Domingo, 28 de Dezembro de 2008


tags:

publicado por egasmoniz às 21:35
Sábado, 27 de Dezembro de 2008

Somewhere, between friends, there are conversations, touches, new ways of seeing each other.
Somewhere, between laughing and liking, barriers fell away, and there, beneath the sharing... emerged love!


tags: ,

publicado por egasmoniz às 13:59
Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

"Quem sabe o tempo nos faça percorrer caminhos diferentes, mas o destino fará com que nos encontremos no mesmo lugar."

 

 

Quando falámos nisto usei quase tudo ao meu alcance para te mostrar que nem sempre os destinos se podem encontrar num único ponto, mas em vez disso podem andar de mão dadas.

 

Usei o famoso anagrama ROMA, que mais não queria dizer do que AMOR.

 

Neste dia dei-te a entender que não tenho mais coragem para ouvir um novo NÃO e por isso não avanço eu...

 

mas para me deixares louco, neste dia disseste-me também tu que estás "in love"...Mas por quem? o meu coração quer tanto pensar que sou eu, mas a minha razão não o permite...

 

Torturas-me, e reanimas-me para me torturar de novo...

 


sinto-me:

publicado por egasmoniz às 13:20
Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Tudo na vida tem uma explicação!

 

A origem desde blog deve-se a um desafio que me foi feito inconscientemente, por uma pessoa muito especial, pessoa essa a quem vou constantemente me referirr neste espaço, como tal o nome do blog refere-se à musa do mesmo, Lilium.

 

Pretendo com este blog depositar o sentimentos que por um motivo ou outro não tenho coragem para te dizer, olhos nos olhos, para que um dia possas perceber o porquê de muitas coisas que têm acontecido entre nós.

 

lamento não conseguir dizer-te que sinto um sentimento positivo por ti, sentimento que não consigo definir,( amor? )não sei o que é, mas faz me sentir bem na tua presença, faz-me ter saudades na tua ausencia, faz-me corar em situações especiais que me proporcionas. O facto de não te dizer abertamente o que sinto tem explicação, pois tenho um passado que me reprime os sentimentos, pois já sofri demais por o fazer.

 

Seria tão mais fácil se me conseguisses perceber,pois eu sou um livro aberto, os meus olhos já não querem disfarçar, ao mostrarem um brilhozinho especial sempre que estou contigo ou falo sobre ti... sinto que já muita gente percebeu, mas permanece a duvida, será que a pessoa que verdadeiramente interessa já deu conta? Será que sente o mesmo? Porque não dá o primeiro passo ela?

 

O paradoxo desta situação é que já me apercebi que também tu em certos momentos me queres dizer mais do que o que dizes, mas o facto é que não o dizes apesar de eu por várias vezes ter tentado que o fizesses... Será que também tu esperas um sinal maior meu? Se assim for como sairemos desta situação? Quem dará o primeiro passo?

 

Talvez este blog me dê a  e a preparação suficiente, para que eu me encarregue dessa missão!

 


sinto-me:

publicado por egasmoniz às 18:48
mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar neste blog
 
contador
subscrever feeds
blogs SAPO